Uma aventura sobre quatro rodas

Mary Jane

Carinhosamente chamada de Mary Jane, a nossa C-1416 foi um dos primeiros modelos fabricados pela GM do Brasil (1965) que viria substituir a lendária Chevrolet Amazonas. Devido ao grande sucesso e a popularidade deste utilitário. Já no início da década de 70 a GM do Brasil adotou o nome Chevrolet Veraneio e foi produzido até meados da década de 90.

Mary Jane é equipada com um motor 6 cilindros (em linha) à gasolina, carburação simples (DFV), 142 HP, tração traseira, cambio de três marchas (na coluna) e capacidade para carregar de 6 a 8 passageiros confortavelmente.

Seu conforto e maciez para conduzir na estrada se dá devido à suspensão privilegiada com molas helicoidais independentes na frente e semi-flutuantes na traseira. Com este sistema de suspensão, quem está dentro, tem a sensação de estar “flutuando” pelas estradas.

Com um tanque de combustível de 72 litros de capacidade, o consumo médio na cidade fica entre 4 – 5 km/l. Já na estrada, este consumo sobe e oscila entre 6 – 7 km/l.

Como podem ver nas fotos, é um carro grande e pesado. Com seus 5 metros de comprimento e quase 2 metros de largura, seu peso pode chegar até 2000 kg. Contudo, este utilitário de 5 portas faz de 0 a 100km/h em 20.7 segundos.

Mary Jane foi escolhida para ser o nosso carro na viagem ao Uruguai. Devido ao conforto na estrada e a com a possibilidade de ter que dormir dentro do carro, caso não encontrássemos alguma hospedagem disponível, precisávamos ter um carro grande e espaçoso.

  • Espaço no Bagageiro
  • Quem disse que tamanho não é documento?
  • Conforto interno!